Publicado por: Hannah Andrade | janeiro 13, 2010

Carta 2

Consegue ver as folhas secas do lado de fora da janela?

Faz algum tempo que eu me perdi desse universo de cores sem vida. O outono é apenas reflexão e morbidez. A imortalidade através da morte; a vida a partir da perda. O que quer que digam sobre esta estação, não chegará ao meu interior.

O adormecido permanece intocado, Haydn. O que era morto não pode estar expirando vida.

Acredito na junção dos fatos; na matéria resultante do problema. Por mim e por você, olhe pela janela.

O lado de fora insiste em ardentemente gritar nossos nomes. E nós teimamos em permanecermos presos à poeira velha dos sentimentos cremados.

Pense sobre as cores; busque dias melhores para sua vida.

É só o que posso pedir. É só em quem posso confiar as correr atrás do que eu vou deixar passar até perder de vista.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: